domingo, outubro 10, 2010

ARROZ DE OURIÇOS DO MAR



É pouco provável que esta seja uma receita fácil de executar... a não ser que tenham algum mergulhador amigo por perto!
Nunca tínhamos comido ouriços do mar e se não fosse o Pedro, esta iguaria não tinha sido experimentada. Foi uma surpresa completa: primeiro, a perícia do Pedro em os apanhar... mergulhando no mar e reaparecendo de quando em quando... a surpresa foi enorme ao confirmar a sua promessa: hoje teríamos arroz de ouriços para o almoço! um saco cheio deles, fresquinhos e reluzentes...
depois o preparo... pelas mãos experientes do Pedro fomos brindados com um almoço soberbo! saborosos ouriços, um arroz delicioso, preparado com perícia, cuidado e simpatia.


Já em casa, os ouriços foram logo colocados em água a ferver (sem sal) por alguns minutos...
depois, foram abertos ao meio e de dentro deles aprendemos a encontrar e retirar as ovas... delicadamente... limpando cuidadosamente de qualquer pico... a água que ia saindo (e onde cozeram) foi coada por um pano, para ficar limpa de todas as impurezas...
o Pedro dava as instruções que íamos cumprindo encantados.

entretanto o arroz foi sendo preparado... uma panela com azeite, cebola e alho bem picados, refogando lentamente; pimento vermelho em cubos (o verde teria sido preferível mas não o tínhamos); juntou-se o arroz, envolveu-se bem, acrescentou-se a água dos ouriços (em dobro do arroz), um pouco de pimenta preta moída e foi cozendo lentamente...

todos na mesa? empratamento... o arroz, as ovas dos ouriços, uma fatia de pão torrado (e ainda quentinho)...
servir e... hum... saborear...

e, claro, um brinde!
Obrigado, Pedro, por nos teres presenteado com esta delícia!

2 comentários:

Sabrina disse...

ai, querida, que vontade de prová-los... ;)

milinha disse...

aprendi há alguns anos não muitos com os pescadores de viana a fazer arroz de ouriços. e não é nada assim. os ouriços são arranjados crus e nunca se cozem em agua é numa panela sem nada nem sal em lume muito baixo que eles acabam por ficar cobertos com a própria água.