sábado, janeiro 04, 2014

Tarte Romeu e Julieta


O nome dessa tarte vem da clássica e deliciosa mistura do queijo (o nosso “Romeu”) com a goiabada (a doce “Julieta”).
É conhecida aqui em casa como a tarte da tia Piedade... porque ela a faz como ninguém, com paciência e carinho.
Desta vez, como não tínhamos goiabada, fizemos com doce de cereja, que também “casou” muito bem com o queijo (ai Romeu, Romeu... desafiando a fidelidade!?).

Enfim, façam o casamento que quiserem e não deixem de celebrar... é mesmo bom!

Ingredientes para a base:

1 pacote de bolacha tipo “Maria” (sempre mulheres a rodear o romeu!)
100 g de manteiga sem sal derretida

para o recheio:

1 chávena (chá) de leite morno
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
300 g de requeijão (de vaca) ou ricotta
1 lata de leite condensado
3 ovos

Modo de fazer:

Prepare a base, misturando a bolacha triturada com a manteiga e forre uma forma de tarde (as de fundo amovível são óptimas). Reserve.

Ferva o leite com a manteiga.
No liquidificador coloque o requeijão e vá colocando o leite quente aos poucos, batendo.
Deite o leite condensado, os ovos e volte a bater.

Despeje na forma, delicadamente, e leve ao forno (que não está pré-aquecido) a 150º, para que asse lentamente (verifique com um palito que o recheio está já sólido; cuidado para não queimar).

Deixe arrefecer e cubra com o doce.

Quando estiver totalmente fria pode retirar da forma.

Um amor irresistível!!!

Etiquetas:

segunda-feira, junho 10, 2013

bôla de liquidificador

Com vontade de dar uma "cara nova" a sobras de frango? Que tal experimentar um tipo de "bôla" com a massa feita no liquidificador? bom, não é bem bôla, porque a massa é muito mais macia; no Brasil chamam de "torta" e encontram-se várias receitas na net.

Fiz assim:

Coloquei no liquidificador:
2 ovos
6 colheres de sopa de farinha de trigo
5 colheres de sopa de queijo da ilha ralado (ou queijo parmesão)
1 pitada de oregãos
1 colher de sobremesa de fermento
1/2 cebola
1/2 copo de azeite
1 pitada de sal
1/4 copo de leite

Bater tudo no liquidificador até ficar uma mistura homogénea.

Numa forma de bolo inglês untada e enfarinhada, coloquei metade da massa.
Em cima, coloquei o frango desfiado e um pouco de feijão verde que também tinha sobrado, algumas azeitonas em pedaços (sem caroço) e pedaços de mozzarella.
Por cima, novamente o resto da massa.

Polvilhar com queijo ralado (voltei a usar o queijo da ilha) e levar ao forno.
Quando estiver douradinho, está pronto.
Deu para desenformar. Pode fazer num pirex e servir aí mesmo. (Se a forma for grande, convém dobrar a quantidade da massa para não ficar muito baixo.

Ficou mesmo muito bom. Quero repetir esta receita experimentando outros recheios.





Etiquetas: ,

quinta-feira, junho 06, 2013

mousse gelada de morango


Esta é uma receita versátil. Tanto pode servir como mousse, ou como gelado. Muito simples de fazer e irresistível!

Precisa de:

1 lata de leite condensado
1 lata de natas (usar a lata de leite condensado como medida)
1 pacote de gelatina de morango
1 caixa de morangos, lavados e sem o pé

servi com uma cobertura de chocolate. Usei:
1 tablete de chocolate negro derretido em 1 pacote de natas (200 g).

Para fazer, nada mais simples:

1. dissolver a gelatina em 250 ml de água quente; deixe arrefecer ligeiramente e coloque no liquidificador;
2. juntar o leite condensado, as natas e os morangos.
3. bater mais ou menos por 5 minutos. Deve ficar um creme sedoso.

Se quiser servir como mousse, é só colocar numa taça e deixar arrefecer no frigorífico. Decorar a gosto.

No meu caso, servi como gelado. Forrei uma forma com película aderente; coloquei no fundo morangos cortados ao meio; coloquei metade do creme de morangos e nas laterais da forma coloquei mais morangos cortados ao meio (a parte cortada para fora). Encher com o resto do creme de morangos.
Ficou no congelador de um dia para o outro.
Na hora de servir, fiz a cobertura de chocolate e coloquei por cima.

hummm.... uma delícia!

Etiquetas: ,

sexta-feira, maio 03, 2013

Arroz de lampreia à minha moda (do Minho)

Arroz de lampreia à minha moda (do Minho)


Esta é daquelas iguarias só para apreciadores! Pode ser um pouco estranho para quem nunca comeu... e pode fazer impressão ver o animal vivo, porque não é mesmo nada bonito. 
Aqui no Minho apanham-se as lampreias na desova, entre Janeiro e Abril. 

Para arranjar o bicho, é preciso alguma habilidade... o melhor é conhecer a peixeira e pedir-lhe para a arranjar e aproveitar o sangue (isso mesmo, é como um "arroz de cabidela" feito com lampreia). O nosso foi comprado no Mercado de Caminha.

Em casa, foi só escaldar a lampreia, raspar a pele e cortar em pedaços. Juntar vinho tinto, um pouco de verde (2 dl) e um pouco de maduro (3dl); vinagre; azeite; sal; pimenta; louro (2 folhas); cebola às rodelas (3); alho picado (3), um ramo de salsa, cravinho (3) e o sangue da lampreia. 
As quantidades são um pouco "a olho", de modo a que a lampreia fique mergulhada no tempero. Deixar de um dia para o outro.
Na hora, colocar a marinada com a lampreia no fogo baixo e deixar cozer (rectificar os temperos). Quando estiver cozida, retirar os pedaços de lampreia e manter quente. 
Acrescentar água quente no molho que ficou na panela, deixar ferver e juntar o arroz, deixando cozer lentamente; se necessário, acrescentar mais água quente para o arroz ficar "malandrinho". Verifique o sal. 
Quando estiver quase pronta, volte a juntar a lampreia, deixe acabar de cozer o arroz e sirva de imediato.

Deve ser acompanhado com um bom vinho tinto, verde de preferência!
Saborear... e dormir uma sesta!

(apesar da etiqueta "do mar", a lampreia não é peixe - é um ciclóstomo - e é apanhada no rio.)

Etiquetas:

sábado, janeiro 12, 2013

Bolo rápido de laranja

Precisava de fazer um bolo rapidamente... e usei a receita daqui. Não deu tempo de tirar foto porque o Henrique (e todos nós) comemos ainda morno.
Vale a pena experimentar porque além de fácil, é saboroso e dá para muitas alternativas.
Deixo aqui uma sugestão mas podem fazer variações.

Prepare os ingredientes:

3 ovos inteiros
2 copos de açúcar
3 copos de farinha de trigo
1/2 copo de óleo
1 copo de sumo de laranja (e/ou leite)
1 colher de sopa de fermento em pó
goiabada cortada em pedaços e enfarinhada (pode substituir a goiabada por frutos secos ou passas)

pré aquecer o forno a 180º
untar e enfarinhar uma forma com manteiga (usei forma de buraco)

Juntar os ovos, o açúcar, óleo, e o sumo de laranja no liquidificador e bater.
Misturar, sem bater, a farinha peneirada com o fermento.

Colocar a massa na forma; colocar por cima os pedaços de goiabada e assar mais ou menos 30 minutos (fazer o teste do palito).

Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.



·

Etiquetas:

domingo, dezembro 02, 2012

Bolo de mel


Esta é uma receita da Leonor Sousa Bastos, do blog Fragante Delícia, um local que visito com regularidade e encontro sempre boas sugestões.

Os bolos de mel são, normalmente, muito pesados. Mas este é muito leve, extremamente fácil de fazer e resultou muito bem.

precisa de: 


250 g de farinha 
16 g de fermento químico (1 colher de sopa) 
5 g de sal fino (1 colher de chá) 
130 g de açúcar 
120 g de manteiga amolecida 
200 g de mel 
1 colher de chá de essência de baunilha (não coloquei)
160 ml de leite 
4 claras (aproximadamente 140 g)

Comece por pré-aquecer o forno a 180o C.

Em seguida, untar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma com cerca de 22 cm de diâmetro. 

Peneirar os ingredientes secos e reservar. 

Bater a manteiga com o mel (e a baunilha) até estar um preparado cremoso. 

Adicionar os ingredientes secos e bater a velocidade baixa, apenas até ligar todos os ingredientes. 

Juntar metade do leite, as claras (sim, sem bater!)

e, por fim, o leite restante sem deixar de bater.

Levar ao forno durante cerca de 30-45 minutos, ou até que um palito inserido no centro do bolo saia seco. 

Retirar do forno e deixar arrefecer ligeiramente dentro da forma antes de desenformar.

Etiquetas:

Salsichas frescas enroladas com couve

Apesar de ser uma receita comum, não a costumo fazer.
mas hoje precisava gastar uma couve lombarda que andava pelo frigorífico...

por isso reuni os ingredientes necessários:

couve lombarda
salsichas frescas (10)
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picados
1 lata de tomate pelado
1 cubo de caldo de legumes
1 copo de vinho branco
1 copo da água de escaldar as folhas de couve
sal q.b.
pimenta q.b.
2 cravinhos
1 folha de louro


Comecei por preparar a couve:

separar as folhas, retirar um pouco do talo mais duro, sem danificar as folhas;
escaldar as folhas de couve em água a ferver temperada com sal; deixar ferver 5 minutos e retirar. Repetir este procedimento até terminar todas as folhas de couve (pode colocar várias folhas ao mesmo tempo, mas deve ter cuidado para não apertar muito e danificar as folhas.


Enquanto a couve arrefecia, fui preparando o molho:

numa frigideira (anti aderente) refogar a cebola e o alho em azeite; juntar o tomate pelado picado, juntamente com o molho. Acrescentar os temperos, louro, sal e pimenta, o caldo de legumes e os cravinhos.
Quando estiver refogado, juntar o vinho branco e a água. Deixar ferver um pouco e rectificar os temperos.

Entretanto fui preparando os rolos de salsicha:
juntar 2 folhas de couve, colocar 1 salsicha em cima, enrolar e prender com 2 palitos.

colocar todos os rolos num tabuleiro de ir ao forno.
regar com o molho e levar o forno (pré aquecido) por 30 minutos (ou até estar um pouco gratinado).





Acompanhei com arroz branco
fez sucesso!


Etiquetas: ,

domingo, novembro 25, 2012

Cupcake de cenoura

Cupcakes de cenoura para o Henrique




Fácil e bom para a criançada comer! Neste caso fizemos para o aniversário do Henrique. E o Noddy esteve presente para alegrar a festa!

A receita base é do joy of baking, site seguro para encontrar receitas saborosas. 

Vai precisar de: 


1 + 1/3 copo (175 g) farinha de trigo
1 colher de chá de bicarbonato de sódio 
1/4 colher de chá de sal fino
1 colher de chá de canela  
2 ovos 
2/3 copo (135 g) açúcar 
2/3 copo (160 ml) óleo
2/3 copo (160 ml) maça ralada
1 + 1/3 copo (320 ml) cenoura ralada (225 g)

Modo de fazer:
1 - aquecer o forno a 180º
2 - misturar os ingredientes secos: farinha, bicarbonato, sal e canela
3 - em outro recipiente bater os ovos, o açúcar e o óleo
4 - acrescentar a cenoura e a maça raladas e misturar
5 - juntar as 2 misturas
6 - encher as formas (utilizei formas de papel dentro de outras metálicas)
7 - levar ao forno por 20-25 minutos (o palito deve sair seco)

( A receita original diz para se juntar nozes ou amêndoas picadas. Por causa das possíveis alergias das crianças não o fiz)

E já está! é sucesso garantido!





Etiquetas: