terça-feira, fevereiro 20, 2007

Arroz de bacalhau com grelos




Haverá comida mais lusitana?
É óptimo para ser preparado com antecedência, deixando para ser finalizado na hora de servir. Aliás o prato quer-se bem molhadinho… a vovó Nair costumava dizer que o arroz “malandro” (ou “a fugir”) tinha que se esperar na mesa! Bom conselho!
Desta vez fiz na panela de barro… é bom para manter quente, pode servir-se na própria panela, mas tem de se ir cozendo muito lentamente, com o fogo baixinho, mexendo sempre para não pegar.
Juntar grelos ou não é uma questão de gosto…

O que precisa de ter à mão (como tantas outras vezes, a quantidade é o “olhometro”, gosto e necessidade):

- Bacalhau dessalgado, cortado aos pedaços, sem espinhas (pode utilizar as postas mais finas, ou até mesmo aquele que já vem desfiado – não gostamos tanto porque fica muito desfeito, mas é uma opção; aqui em casa fazemos muitas vezes com as “bochechas” – é uma parte muito saborosa)*
- cebola picada
- alho picado
- massa de tomate (uso muito pouco, só para dar uma corzinha rosada)
- azeite
- vinho branco (também muito pouco)
- sal e pimenta
- grelos
- arroz carolino (o arroz de grão grosso é sempre melhor porque tem mais goma; uma chávena de café de arroz para duas pessoas costuma ser suficiente, porque o arroz feito desta maneira cresce muito)
- água quente (a quantidade que usamos para ficar “a fugir” é uma medida de arroz para três de água; nunca colocamos a água toda de uma vez e convém ter sempre água quente por perto para os ajustes)
- salsa picada

Como fazer:

Comece por arranjar e lavar os grelos; reserve.

Faça um refogado leve com o azeite, a cebola e o alho, junte a massa de tomate e “respingue” com o vinho branco. Vá mexendo sempre e deixe apurar um pouco para que o álcool do vinho evapore;

Acrescente a água quente (reserve um pouco da água quente) e deixe levantar fervura:
Tempere com sal e pimenta a gosto (cuidado com o sal por causa do bacalhau; mais vale rectificar os temperos depois);

Junte o bacalhau e o arroz; vá mexendo (importantíssimo se fizer em panela de barro) e deixe o arroz ir cozendo… esta é a altura para ver se precisa de acrescentar mais água ou não; é importante que deixe cozer lentamente;

Quando o arroz já estiver “aberto” acrescente os grelos… deixe levantar fervura, rectifique os temperos e deixe acabar de cozer (vá controlando a quantidade de água para não deixar secar);

Quando o arroz já estiver pronto, os grelos também devem estar (aqui também serve o critério “ao dente” para quem, como nós, não gosta das folhas verdes muito cozidas);

Já com o fogo desligado polvilhe com salsa picada e tape a panela… entretanto vá chamando o pessoal… e não esqueça o conselho da vovó: arroz malandro espera-se à mesa!

Um bom vinho para acompanhar e eis um jantar de sucesso!

*costumamos ter sempre bacalhau já dessalgado no congelador. É um optimo recurso de última hora.

9 comentários:

Goretti disse...

Tb gosto muito de arroz de bacalhau. Costumo fazer mais ou menos dessa forma. Mas, com os grelos, deve ficar aina melhor. Vou exprimentar.

oquefazerprojantar??? disse...

experimenta... vais ver que fica mesmo muito bom!

Elvira disse...

MNalandrinho exactamente como gosto dele! :-)

Divã de Noiva disse...

ola estou vindo no seu blog pela primeira vez e adorei, infelimente hoje fiz um bolo pudim que deu superrrrrr errado, mais sou uma curiosa na cozinha, voltarei sempre

Divã de Noiva disse...

ola estou vindo no seu blog pela primeira vez e adorei, infelimente hoje fiz um bolo pudim que deu superrrrrr errado, mais sou uma curiosa na cozinha, voltarei sempre

Divã de Noiva disse...

ola estou vindo no seu blog pela primeira vez e adorei, infelimente hoje fiz um bolo pudim que deu superrrrrr errado, mais sou uma curiosa na cozinha, voltarei sempre

oquefazerprojantar??? disse...

é assim mesmo "divã de noiva", às vezes as nossas experiências não resultam, mas com paciência acabamos por acertar. Continua!

Dadivosa disse...

Olá, ispirei-me em seu Bolo de Maçã e ficou delicioso. Muito obrigada por compartilhar a receita!
Fiz algumas adaptações, mas deixei o link para seu original, que estão tão bem explicadinho e cuja foto faz mais justiça ao sabor. Se quiser visitar a minha versão: http://www.dadivosa.org/2007/02/27/bolo-de-maca/
Beijos

Eliana Scaramal disse...

Tenho bacalhau no freezer, e vou me aventurar está tão apetitoso!