quinta-feira, dezembro 14, 2006

Volvemos!! com empanadas


Volvemos!!
Retemperados com os ares patagónicos e com o som do tango porteño!

Não existe província Argentina que não tenha a sua própria versão deste clássico prato “criollo”. Com algumas reminiscências árabes e espanholas, e com ingredientes variados, as empanadas estão presentes na gastronomia de quase todos os países da América espanhola.
Podem ser fritas ou assadas no forno (gosto mais das de forno). E podem ser feitas com recheios variados. As mais tradicionais são as de carne (vaca ou borrego) mas também encontramos versões com espinafres e queijo, ou de tomate e mozzarella.
Conta a tradição que nas jornadas eleitorais argentinas, os candidatos distribuíam, “desinteressadamente”, empanadas e vinho tinto, animando assim as reuniões e esperando serem eleitos...

Vale a pena tentar!

Ingredientes (±20-25empanadas)

Para a massa:

½ kg de farinha de trigo
100 gr de banha
Água morna
Sal

Para o recheio de carne:

60 gr de margarina
2 cebolas picadas
700 gr de carne cortada em quadradinhos bem pequenos
4 ovos cozidos e picados
20 azeitonas (sem caroço) picadas
150 gr de passas
2 colheres (sopa) colorau
Alho picado
Cominho q.b.
Sal e pimenta q.b.

Cebolinho picado (ou, na falta, salsa picadinha)
1 ovo inteiro batido

Como fazer:

Comece preparando a massa:

Derreter a gordura em 1 ½ copo de água morna; junte o sal e, pouco a pouco, a farinha, misturando sempre. Acerte a consistência acrescentando um pouco mais de farinha, se necessário. Quando estiver uma massa consistente, de o formato de uma bola e reserve (deve ficar uma massa bem unida, mas macia ao toque).

Deixe repousar a massa durante 1 hora, coberta com um pano húmido.

Enquanto isso, faça o recheio:

Aloure a cebola na margarida; junte a carde e continue cozinhando por mais uns minutos de modo a alourar a carne;
Acrescente os ovos cozidos, as azeitonas, as passas, o colorau, o alho, cominhos, pimenta e sal a gosto.
Misture bem tudo, retire do fogo e deixe repousar um pouco, para que os sabores se integrem.


Pode, então, ir abrindo a massa e montando as empanadas:

Estenda a massa com o rolo (vá trabalhando com pouca massa de cada vez). Convém que não fique muito grossa nem muito fina (± 5mm). Com um molde circular (pode utilizar um copo) corte rodelas de ± 10cm de diâmetro.
Distribua o recheio pelas rodelas, salpique com o cebolinho (ou salsa) picado e feixe cada rodela dando o formato de meia-lua. Pressione as bordas com um garfo de modo a ir colando as 2 pontas.

Pincele com o ovo batido e leve ao forno pré aquecido (temperatura alta) até que fiquem douradas (± 10m).

Sirva ainda quentes... e não se esqueça de um bom vinho tinto para acompanhar! Pode não ganhar as eleições mas receberá, certamente, os cumprimentos do seu “eleitorado”!

* receita e foto: «Segredos de la cocina: Cocina Argentina», de Héctor Salgado, Ed. Origo.

3 comentários:

colher-de-pau disse...

Então de volta!!!
Quanto às empanadas, não são nada mais nada menos que os nossos tradicionais pasteis de massa tenra... Os recheios é que podem ser mais ou menos variados!
Umas e outras são deliciosas!

mama disse...

empanadas sãs parecidas com os pasteis de massa tenra sim, mas as empanadas mais tradicionais são feitas no forno enquanto que os nossos pastéis (deliciosos também) são fritos. E também me pareceram mais fininhas... mas, enfim,... devem variar!

cibercuoca disse...

Hummmmm, qué placer estas empanadas! y como lo cuentas tan bien, te felicito! la foto muy buena, un abrazo muy grande.

p.d Esta es mi receta de empanadas de carnehttp://ciberkuoka.blogspot.com/2008/02/empanadas.html