quarta-feira, maio 31, 2006

Couscous royal

Nada melhor para passar o domingo que um almocinho saboroso em boa companhia, com um bom vinho, deixando o tempo arrastar-se numa conversa gostosa... e foi isso mesmo que a Graça e o Marc nos ofereceram.
Para o almoço serviram um couscous de comer e chorar por mais! Uma delícia!
Claro que a receita foi logo pedida e aqui fica para outros poderem ter a experiência.
Os temperos podem ser encontrados em lojas da especialidade ou faze-los em casa se para isso tiverem paciência. Se não encontrarem as merguez (salsichas marroquinas), são dispensáveis.

Couscous Royal (8 pessoas)




Ingredientes:

1 perna de borrego (ou outra parte)
1 frango do campo
4 cebolas
8 merguez* (salsichas marroquinas)
4 courgettes
4 cenouras
2 nabos
2 beringelas
3 tomates
4 alhos
1 ramo de aipo
1 ramo de salsa
170 g de manteiga
1 kg de sêmola
1 lata de grão de bico
2 colheres de café harissa** (picante)
3 colheres de sopa de rãs-el-hanout ***
2 folhas de louro
1 ramo de tomilho
6 colheres de azeite
Sal e pimenta

Desossar e cortar em pedaços o borrego. Aquecer metade do azeite numa panela e aloirar as cebolas cortadas em pequenos pedaços.
Aloirar também as carnes, até obter uma cor homogénea. Retirar da panela, juntar sal, pimenta e reservar.

Acrescentar azeite no refogado e juntar alho, salsa e as courgettes em pedaços. Deixar aloirar uns minutos. Retirar e fazer o mesmo com as cenouras, os nabos, as beringelas (descascadas e cortadas em cubos). Regue novamente com azeite.

Repor a carne na panela, com os legumes aloirados, assim como os tomates cortados e o aipo em pedaços. Salpicar de rãs-el-hanout (uma boa quantidade) e juntar água (sugestão: vinho branco e mostarda francesa).
Deixar cozer durante 50 minutos a 1 hora, em lume brando. Aos 45 minutos juntar o grão de bico.

Preparação da sêmola (15 minutos antes):

Ponha a sêmola numa saladeira, junte manteiga em pequenos pedaços (sem manteiga é melhor), cubra com água fervida e deixe descansar uns 15 minutos para que a sêmola absorva a água.
No final mexer energicamente, para que a sêmola fique solta.

Sirva os legumes, carnes e sêmola em recipientes separados.

As merguez são grelhadas e servidas por cima da sêmola

O harissa é diluído num pouco de caldo, e servido num recipiente de molho.


*Merguez
salsicha crua, de cor rosada e muito condimentada, originária da Algéria e muito popular no norte de África e em Espanha. É preparada com uma mistura de carne de carneiro, vaca e porco temperada com pimenta forte e cominhos.

**harissa
Pasta picante (já aqui publicamos a receita no couscous de vegetais).

***
Ras el hanout

Deve haver tantas receitas de ras el hanout como os vendedores de especiarias em Marrocos. O nome, que pode ser traduzido por “top da loja”, significa a melhor combinação de especiarias que o vendedor consegue oferecer.

A mistura pode levar:


1 colher de chá mistura de pimentas
­ 2 colheres de chá noz moscada
20 fios de açafrão ( pode substituir por açafrão em pó)
1 ½ colheres de chá de pimenta preta moída
1 pau de canela ou 1 colher de chá canela moída
2 colheres de chá de sementes de cardamomo
2 colheres de chá gengibre em pó
2 colheres de chá sal
1 colher de chá curcuma (ou açafrão da índia)

Misture todos os ingredients numa frigideira anti aderente e deixe tostar um pouco (3-5 minutos). Deixe arrefecer e esmague num almofariz.

4 comentários:

Luman Riche disse...

Simplesmente deliciosa, esta receita!Só de a ler cresce-me água na boca e lembro-me dos últimos cuscus que comi em Paris, em casa duma amiga, em julho passado.
Abraço.

oquefazerprojantar??? disse...

que bom que gostaste!
experimenta fazer pros amigos e revive a experiência e os sabores.

Paula disse...

Bela receita!

o avental disse...

Que belo couscous! E, com esta, fico a conhecer quatro técnicas de cozer o couscous. Comi um couscous real em Marrocos, mas, junto deste, devia ser couscous dos servos :(